<$BlogRSDUrl$>

sexta-feira, maio 14, 2004

Soluções?

A União Europeia e os seus Estados-Membros têm tido, nos últimos tempos, grandes divergências, no que respeita à elaboração de uma Constituição Eurpeia.
Como já muitos autores disseram, esta Constituição não é aconselhável a países como Portugal, já que dela decorrerá um défice democrático, a favor do centralismo franco-alemão e dos eurocratas de Bruxelas (o que vai dar ao mesmo). Contudo, será impossível países como Portugal desenvolverem-se sem uma cooperação europeia, como aquela que ocorreu nas décadas de oitenta e noventa, o que envolve a cooperação com a França de Chirac e com a Alemanha de Schroeder (ou será o contrário?).
Com isto quero dizer que, a solução para Portugal nunca poderá passar pelo afastamento em relação à União Europeia. Contudo, não se pode cair nas garras da modorra e permitir-se que as decisões do nosso país sejam tomadas apenas por franceses, alemães e afins.
Ou seja, ser-se europeísta não é a mesma coisa que ser-se françês ou alemão. Há diferenças que não podem ser esquecidas.

This page is powered by Blogger. Isn't yours?