<$BlogRSDUrl$>

sábado, maio 01, 2004

Ofensor

Como já se tornou hábito há algum tempo, hoje levantei-me bem cedo para comprar a meia dúzia de jornais diários que me preenchem o dia. Saí de casa sem dar alguma importância à aparência. Não é que seja demasiadamente vaidoso, mas há minimos de decência. De qualquer forma, os meus olhos não quiseram cruzar-se com o espelho. Mas, pelo olhar que o jornaleiro me lançou, devia ter um aspecto monstruoso.
Quando acabou a minha correria pelo jornal, decidi sentar-me num banco apetecível, de modo a descansar dois pulmões râncidos. Não consegui. Apareceram dois esquerdistas raivosos, meus conhecidos, que me apanharam com o "Independente" nas mãos . Acabara de ser apanhado pelos carniceiros; já imaginava o meu crânio a embater contra uma parede. Contudo, consegui resistir às humilhações e às palavras mal intencionadas que aquele par de jacobinos me dirigiram. O meu silêncio prevaleceu. Porém, depois de ter descido ao altar de Mussolini, disse o inevitável: "esperam-me em casa. Estou atrasado". Depois de me levantar bruscamente, ouço: " és um...olha és um ofensor".

This page is powered by Blogger. Isn't yours?