<$BlogRSDUrl$>

segunda-feira, maio 10, 2004

O mundo em que vivemos

Enquanto, nós por cá, falamos do processo "Casa Pia" e ficamos colados à televisão à espera de ver a libertação de Carlos Cruz,o perigo continua à solta para os lados da Rússia e da Tchetchénia. Agora foi Akhmad Abulkhanovitch Kadirov que morreu num atentado de guerrilha em Grozni (morreu Kadirov e os civis do costume).
As relações entre a Rússia e a república da Tchetchénia têm vindo a deteriorar-se ao longo dos últimos anos e não se vêem grandes sinais de harmonização. O perigo vindo dos Tchetchenos não vem apenas da sua ambição independentista, mas,também, da grande quantidade de terroristas que por lá se cruzam. Com isto não quero desculpabilizar a, agora, Rússia de Vladimir Putin. De facto, a Rússia ainda não é a democracia que os Europeus querem para a sua União, nem Vladimir Putin um presidente que faça apanágio da democracia para a sua governação.
Portanto, vivem-se anos difíceis para os lados do ex-centro da União Soviética e é bom que ninguém se esqueça disso, já que os grandes sentimentos nacionalistas raramente deram felicidade a alguém.

This page is powered by Blogger. Isn't yours?