<$BlogRSDUrl$>

domingo, abril 25, 2004

Ilda Figueiredo

Não sinto prazer nenhum ao falar desta senhora, nem penso que seja saudável um jovem como eu falar desta eurodeputada. Mas, chegou-me aos ouvidos que esta comunista é a que mais intervenções tem no Parlamento Europeu (já o pude confirmar na “Grande Reportagem” da semana passada) .
Há coisas espantosas. Mas esta notícia não me espanta minimamente. É que a senhora fala que se farta. Dir-se-ia que ela fala até demasiado. Por vezes, até os colegas de bancada de Ilda Figueiredo devem recear que ela abra a boca. Mas, a verdade é esta e só esta: Ilda Figueiredo é a Mulher Intervenção. Os comunistas podem ficar orgulhosos com a sua “menina com estrela” para a conversa.
Contudo, Ilda Figueiredo tem um conjunto de factores que fazem dela uma lástima, enquanto actor político. Em primeiro lugar, é comunista (o que já é mau). Depois, para além de rebentar os tímpanos aos seus ouvintes, não diz nada. Isto é, fala muito mas não diz nada. De seguida, não me lembro de outra pessoa que interrompa tanto os colegas de debate para dizer barbaridades (quantas vezes vimos Mário Soares pedir a Ilda Figueiredo que se calasse naquelas tardes da RTP 2...). Haveria muito mais a acrescentar a isto. Porém, o essencial está dito e, julgo que os portugueses não deveriam orgulhar-se muito com a eurodeputada. É que, às vezes, mais vale ficar calado (neste caso, calada...).

Nota: Vi hoje um cartaz, no qual, estava estampada a fotografia de Ilda Figueiredo. Sendo anticomunista, até tive pena dos que votam nela.

This page is powered by Blogger. Isn't yours?