<$BlogRSDUrl$>

quinta-feira, abril 22, 2004

Devaneios

Mais uma noite em que fantasmas do passado perseguem-me com frases vazias e gestos imperfeitos. As suas vozes escorregam pelas paredes tépidas de um quarto melancólico e desiludido. A dor corre através de segredos jamais contados, de sentimentos platonizados, de pensamentos deixados a meio.
Lembranças fugazes de palavras mudas escritas em páginas cheias de desejo são tudo o que me resta de ti. Recordo-me tristemente do teu andar apressado, do teu sorriso cansado, de todo o desespero que sentia quando nos cruzávamos, de todas as coisas que desejei confessar-te...

This page is powered by Blogger. Isn't yours?