<$BlogRSDUrl$>

sábado, março 27, 2004

Os conhecidos de Direito

Os conhecidos de Direito, não passam disso mesmo. São, apenas, os meus conhecidos de Direito. Ainda bem. Não suportaria o facto de ter amigos daqueles.
Contudo, não é a minha intenção descrever aquilo que sinto por eles. É, antes, informar o leitor de que houve mais uma conversa sobre política internacional (para quem não sabe, o grupinho de Direito gosta de partilhar toda uma ignorância exorbitante semanalmente).
Nesta semana, a conversa não poderia deixar de passar pela morte de Yassin. Não os repreenderia se a argumentação deles fosse minimamente convincente . Mas, de cada vez que os ouço, fico mais convencido de que eles não sabem sequer pensar. Mas isso já será arrogância minha.
A verdade é que eles queriam falar de Yassin. Não sabiam como. Conheceram-no no dia da sua morte. Mesmo assim, o homem foi por eles tratado como um santo. Quase choraram por ele. Eu não queria acreditar no que via e ouvia. Porém, comecei a perceber tudo quando se começou a falar do presidente George W. Bush. Aí tudo ficou claro. Para os enfermos, Sharon apoiou a sua espingarda no ombro de Bush e disparou três mísseis na direcção de Yassin. Assim como, Bush foi culpado pelos ataques terroristas de 11 de Setembro de 2001 e pelo ataque de 11 de Março deste ano. Queria continuar a relatar a brilhantíssima discussão . Julgo que não vale a pena. Mas fica a seguinte pergunta: até que ponto se expandirá esta irracionalidade extrema?

This page is powered by Blogger. Isn't yours?