<$BlogRSDUrl$>

sábado, março 20, 2004

Os chacais, confessos resistentes de 68!

É de manhã. A modorra apodera-se do Homem em forma de abutre. O pensamento funde-se com a carne dilacerada por milhares de dentes insalubres. O sangue transfigurado leva-me a acreditar que sou o único sobrevivente da família dos cogitabundos. Tento falar. Não consigo. A escopeteria não autoriza. Limito-me a observar. Vejo cartazes a sobrevoarem a multidão faminta de vida. Admiro a puerilidade dos que urravam sem razão. Sento-me num degrau de uma escada a saborear a minha pequena derrota. A derrota da, tão pudibunda, coragem.
Regresso rapidamente a casa. Rasgos de imagens cruzam-se na minha mente. Só o medo é nítido. Só a cobardia é latente!

This page is powered by Blogger. Isn't yours?