<$BlogRSDUrl$>

quarta-feira, março 24, 2004

O pessimismo

"(...)na origem de todo o raciocínio ou construção sobre a essência, funções e finalidades últimas do poder político, existe sempre uma concepção antropológica, optimista ou pessimista, uma opção mais ou meno fundamentada sobre a bondade ou a maldade do homem.
Simplificando e sacrificando conscientemente a profundidade à necessidade de delimitação de territórios, poderíamos dizer que uma das notas características e constantes do pensamento político "de direita" é a concepção pessimista do homem, que fundamenta as "doutrinas direitistas" e "aristocráticas", como a concepção optimista fundamenta as doutrinas "esquerdistas" e "igualitárias".
(...)A direita, porque não vê o homem como um ser naturalmente bom, é céptica quanto à sua possibilidade de criar modelos perfeitos e é até céptica quanto à perfectibilidade dos modelos. Apesar de acreditarem no aperfeiçoamento gradual através de melhores instituições, os pensadores e os homens de Estado "de direita" não costumam prometer o paraíso terreno, já porque não o crêemnpossível, já porque nem sequer o acham desejável."

Jaime nogueira Pinto, A Direita e as Direitas

This page is powered by Blogger. Isn't yours?