<$BlogRSDUrl$>

domingo, março 21, 2004

Bom-senso

Ninguém hesita em afirmar que todas as formas de terrorismo são hediondas, exceptuando os próprios terroristas. Contudo, nem todos concordam com o facto de haver uma necessidade urgente de combatê-lo.
Desde o 11 de Setembro, muitas são as vozes, vindas da esquerda e da direita, que afirmam, com razão, que o mundo tem de se unir contra o terrorismo (essa forma de combater tão desumana). Contudo, quando se chega ao modo de combatê-lo as opiniões divergem.

De um lado, estão os que, como eu, defendem que o terrorismo tem de ser combatido corajosamente, não dando tréguas a loucos, ou a suicidas loucos. Nessa disposição corajosa, estão ainda os que acreditam que esta guerra contra o terrorismo tem de ser ganha a todo o custo, nem que para isso se tenha de combater no terreno do inimigo.

De uma forma que considero hilariante, surgem os que consideram o terrorismo uma forma de luta contra o imperialismo americano e contra toda a crueldade que a globalização tem causado. Até poderia ser assim, se vivêssemos em Plutão. Mas não vivemos. E, segundo me consta, países como Marrocos ou como a Indonésia não se inserem dentro do mundo americano da globalização ( este exemplo serve ainda para demonstrar que o ataque terrorista em Espanha,independentemente da sua autoria, não foi uma espécie de represália, pelo menos não há essa certeza contra a solidariedade de Aznar para com os Estados Unidos na questão iraquiana). Dessa forma, acho simplesmente inconcebível a seguinte afirmação de Francisco Louçã: "o primeiro açoriano foi varrido do poder. Faltam três".

De uma forma menos arrogante, mas mais sonhadora, surgem posições como as de Romano Prodi e do dr. Mário Soares. Basicamente, esses senhores acreditam que uso da força não é o melhor meio de combater o terrorismo. Como se poderá calcular, esta posição tem muito de antiamericanismo. De qualquer forma, gostaria que alguém me dissesse qual é a melhor forma de chegar a acordo com terroristas. Será com fraqueza? Julgo que não.

This page is powered by Blogger. Isn't yours?